segunda-feira, 24 de agosto de 2015

Nosso Rio de Janeiro

Boa Tarde!!

Saudades deste cantinho, a vida deu tantas voltas que eu não tinha como desacelerar e vir conversar.
Neste tempo aprendi muito, bati com a cabeça na parede, viajei, me escondi e aprendi bastante.
Vocês como estão me contem as novidades...
Cheguei do RJ essa semana fui no aniversario da Fernanda mais fofa que existe.
A Fernanda da Rejane, nossa querida da Casa Corpo e Cia.

Foi uma festa muito especial, ela foi feita cada detalhe pela mamãe coruja e as titias corujas.
Fernanda é um garotinha muito especial, adora beijinhos e já corre por tudo.
Caminha sempre com o pé direito, aguentou a balada do morango firme e forte.
 
Mamãe coruja que não para quieta mas está muito bem.
 
Cada detalhe feito com trabalho e muito amor e ajuda das meninas, fez com que a festa de 1 ano da Nandinha ficasse linda.
 
Essas fotos abaixo eu "roubei" do blog da Rê.
Ver ver coisa mais amada o post.
 

                                          Essas fotos roubei do Blog da mamãe coruja.







Tudo que é de amor, paixão e carinho, faz bem pele e pra saúde. Felicidades pra nossa princesa.
 
Vem visitar a festa Craft da Nandinha feita com muito amor e dedicação.
 
Levei a Lara minha neta de 5 anos que amou e brincou até cansar. Conheceu o Rio e ficou maravilhada...
 



 
 
 Um beijo queridos. até breve.
 
 
Fernanda Sahira

quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

Remédios e atenção ...


Minha férias daqui aconteceram um pouco que forçadas, muitas coisas que viraram minha vida de pernas pro ar, mas aqui estou pra conversarmos como sempre.

   Hoje resolvi falar com com voces um assunto sério que muitas vezes passa despercebido, medicação e os cuidados que temos obrigação de ter.
   Sempre utilizei medicação, na verdade sempre que tinha dor, cansaço, não tinha muita paciência pra fazer meu organismo resolver o assunto sozinho.
   Me sentia uma médica ou até farmacêutica, trabalho uma vez por semana em uma ONG em que as pessoas recebem atendimento medico gratuito, e posteriormente quando necessário são medicadas, a maioria dos pacientes são idosos, eu que oriento a administração dessas medicações.
 
   E assim criei um vinculo maior e acesso a remédios. Calma, não sou dependente de nenhum deles, não uso remédios proibidos e nem vendo no mercado negro tá.

Mas a vida me deu um susto há uns meses atrás, fiz um procedimento dentário e o dentista receitou uma medicação pra dor sublingual, e disse que eu podia fazer uso de até 6 doses por dia.
Voltei pra casa, deitei usei a medicação mas nada dela fazer efeito, a anestesia já tinha ido embora e minha mente latejava junto com a dor, e eu quanto mais usava o tal analgésico parecia que aumentava.
   Ao lado da minha cama tenho um criado mudo e deixava o vidrinho que comia como mms, mas ele acabou e pedi outro vidro a farmácia, a dor foi aliviando e eu dormi.
Só que não dormi, capotei, irmão, marido todos me chamando tentando acordar e nada.
Fui para o hospital desacordada no colo do meu irmão. entrei na emergência e só acordei algumas horas depois dentro da UTI.
Faço uso de uma medicação pra dormir que é sublingual, e o vidro é exatamente igual, o rotulo a caixa os comprimidos. apenas os nomes diferente.
Mas até chegar a esse motivo, eu já havia sido internada por tentativa de suicídio, com ingestão de medicação e estava sendo atendida por uma equipe psiquiátrica. Muito grogue eu dizia que sentia dor, e os médicos achando sei lá o que me deram uma dose de morfina.
Adivinhem, sou alérgica a morfina, desenvolvi uma hepatite medicamentosa e fiquei no hospital desintoxicando alguns dias. Os médicos não acreditavam em nada que eu falava, e ao meu lado na UTI, pacientes que lutavam muito pra viver, durante minha internação houve dois óbitos. e pra mim, sem dúvida me fez sentir uma ameba, pensando tentei me matar e essas pessoas não desistem da vida.

   Acontece que fui recuperando a memória e lembrei das medicações, pedi que trouxesse o vidro ao hospital e a receita da dentista. Ligaram ao meu psiquiatra que ajudou muito conversando com a galera da camisa de força.
Meus filhos não entendiam nada, Edson apavorado, meu irmão em estado de choque achando que eu queria me matar. e eu com minha cara de louca dizendo, era só um dente pessoal.

No quinto dia, eu não aguentava mais, afinal estava bem, e não entendia porque não recebia alta, passeava pela UTI como quem estivesse no parque, ajudava pacientes a comer, alcançava agua, o pessoal da enfermagem também não entendiam, ou não falavam...vai saber...
Acabei saindo do hospital por conta própria, assinei a alta e fui pra casa.
Direto na minha gaveta, o que era desconfiança  confirmou, analgésico e indutor do sono quase iguais.



Pensei tanta coisa, o laboratório na minha opinião irresponsável , afinal, idosos, pessoas que tem dificuldade podem se matar.
Pra mim foi uma lição, que nunca mais vou esquecer, afinal, louca sei que ja sou, mas não queria um atestado né.


Beijocas e espero que esse post ajude a ter um pouco mais de atenção 


Fernanda Sahira














terça-feira, 23 de setembro de 2014

Como vai a báriatrica? Viver é melhor que sobreviver

As coisas querem um rumo, um foco (palavra do momento) quem conhece o Minha Mae Sabia sabe que falo muito sobre minhas neuras limitações, mas também sobre minhas superações.
Outubro minha cirurgia bariatrica fará 3 anos, e desde que fiz tento entrar em um ritmo de disciplina, o que pra mim sempre foi um desafio.
O engraçado é que após 3 anos somente agora entendi de forma clara quais são minhas regras mais importantes, que ajudem e me façam ter uma qualidade de vida.


    Há  anos atrás eu malhava, fazia até artes marciais, tinha pique e um corpo bonito e resistência física.
    Quando engordei deixei tudo de lado. o que piorou a situação.Mesmo depois de operada fiz alguns meses de pilates e desisti, estava sempre arranjando uma desculpa.
Além disso sabotava sempre que possível minhas regras alimentares.
Resultado: engordei mais de 10 kgs, isso não incomodava tanto até perceber que já nem conseguia mais amarrar o calçado ... Estava colocando a cirurgia no lixo, e todo sacrifício que passei, alem da equipe medica e minha família.
   Resolvi parar de disfarçar o fracasso e enfrentar meu novo desafio: Reagir.
  Comecei enlouquecendo todos com meu celular, coloquei lembretes a cada 3 horas comer, mesmo sem fome, podia ser uma castanha, mas meu organismo foi tendo o habito e eu fazia tudo com disciplina, coloquei lembretes para agua, e a cada hora tomava um copo, no final do dia tomava 2 litros de agua e nem percebia.
  Rins funcionando, pele agradece e desinchando o corpo, perdi medidas e ganhei animo.
 Voltei pra academia pela milésima vez, mas dessa vez decidida.
 Comecei com apenas esteira, engraçado que tenho esteira em casa, mas na academia me deu aquele gás e o horário era um momento em que éramos somente eu e eu, iniciei fazendo 15 minutos de esteira e um pouco de exercícios aeróbicos, alem de alongamento que ajuda muito.
Em 30 dias eu já estava fazendo 2 horas de academia.
Meu momento de superação mais fantástico acreditem, foi na esteira. em menos de 30 dias fiz 60 minutos de esteira sem interromper.Chamei meu instrutor, uma amigo de infância e o abracei, ele me apoia tanto, se falto um dia ele liga e cobra determinação.

E os resultados  foram animadores, emagreci 10 kgs e perdi medidas.

Quando chega a hora de malhar sei que mesmo cansada sem Voltei a ser mais vaidosa, usar maquiagem, cuidar dos cabelos]...


Coloquei pela primeira vez um vestido vermelho, fui madrinha de casamento, e tive coragem de ousar...








E mesmo não tendo peso ideal para os famosos padrões, estou muito satisfeita, sinto orgulho do que estou aprendendo ao fazer as pazes com minha cirurgia, ou seja ela faz a parte dela e a minha é o meu compromisso de um dia de cada vez.

Havia agendado duas plásticas para esse mês, mas resolvi esperar, quero manter o mesmo peso ao menos 6 meses, depois penso nisso.
Então graças ao meu sacrifício e comprometimento, estou me sentindo bonita, como ha tempos não sentia, mesmo com preguiça vou sempre.










                                             Ousei e até usei um batom vermelho
                                  A barrigudinha ainda incomoda, mas diminuiu muito



E a cirurgia bariatrica?
Vai bem, tem feito a sua parte, recebendo meu compromisso de cuidar dela.

Ficou com alguma dúvida?
Quer conhecer a Página do blog? Aproveite, troquem ideias deixem sugestões  isso enriquece nosso espaço virtual



Abraços, e aos poucos vamos fazendo postagens  sobre diversos assuntos.

Beijocas



Fernanda Sahira.

Loja Casa de Sahira












sábado, 28 de junho de 2014

Ser Feliz é o que há !!



E assim as coisas estão  acontecendo nem sempre na ordem que precisamos , nem sempre como esperamos, mas nesses últimos meses a vida tem me dado tantas surpresas.

Sumi do blog, dei um tempo na internet, precisei, tentei encontrar a Fernanda que estava aqui perto ou dentro de mim e não encontrava mais.

Lembro quando viajei há 11 meses atrás pra Argentina, nem comentei com vocês, mas fui levar as cinzas da minha mãe, pra cidade, a Pátria que ela veio e teve que fugir por ideais que nunca foram aceitos.

Naquele momento doeu, pensei que a morte nos maltrata faz doer, chorar.
quando minha mãe morreu ela antes ficou doente, sofremos ate sua partida, mas sabíamos que iria acontecer.

Mas em Maio desse ano as coisas foram mais alem do que imaginava, do que meu coração podia sentir, meu cunhado de apenas 30 anos sofreu um acidente e faleceu.

E junto com ele, foram sonhos, uma família dividida e sem um alicerce, todos eles minha irma, meus sobrinhos e ele são do Mato Grosso do Sul, mas adotaram Santa Catarina como a cidade de coração.
A vida deles era lá, minha irma e professora, meu cunhado chefe de cozinha tinha uma casa de sucos e lanches naturais.

O destino fez com que eu convivesse mais com eles nos últimos  meses e cada dia admirasse mais.

Ele era da geração saúde, plantava ate as ervas e temperos que usava no restaurante, comia frutas e verduras plantadas por ele, minha irma não cozinhava, somente ele.
Uma noite não vou esquecer jamais, estava deitada na rede na sua casa e ele disse: Fernanda, não troco essa  vida na paz, por dinheiro algum.

Ele fazia goleira de futebol, casinha na arvore, meus sobrinhos viviam em família com ele., tinha um pai presente, mesmo que ele trabalhasse o dia inteiro.

Quando ele morreu, entrei em choque, minha irma ligou e fui para o MS, onde seria o enterro. Fiz a viagem inteira pensando que seria um engano.

O sofrimento da minha irma foi um sentimento muito forte, nunca entendi exatamente porque, mas e muito dificil pra mim falar nele, falar sem sofrer, sem pensar que do nada ele entrará na casa da minha irma com meu pote de açaí ...

Sei que o blog e um lugar de falar em novidades, coisas bacanas, mas o meu sentimento hoje e de dizer pra cada um de vocês que por aqui passam: Cuide da sua felicidade, ame, diga sim, diga não
VIVA, seja louco por viver, meu cunhado Zelio viveu intensamente, não porque ele morreu que digo isso, mas felizmente eu nunca vi ele sendo mal caráter, oportunista, muito pelo contrario, valorizar a vida, comíamos doces escondido da minha irma que é natureba

Ele falou, Fernanda me ajuda a arrumar esses trem de internet, quero divulgar a Tribo do suco, sou bom pra cozinhar, mas com as palavras não sou bom não.

Tinha uns meninos que iam todo dia na Tribo ele fazia um super Milk Shake e dava pros meninos...

Enfim, o Zélio foi um homem de 30 anos, que fez ver com toda sua simplicidade, mesmo sendo um homem graduado, de uma família muito bem quista em Campo Grande, era um rapaz do bem, que não deixou sentimentos de tristeza ou magoa com as pessoas.
Minha irma teve a sorte de viver 15 anos ao lado dele, meus sobrinhos a sorte de ter um pai zeloso e presente, na minha opinião isso é o melhor que podemos deixar e passar ao próximo, aos nossos.
o Zélio partiu em uma fase da minha vida em que eu só falava, quero ser feliz, quero amar, cuidar de cada um.
Convivi com ele e minha irma um pouco antes dele morrer, um dia ele fez um churrasco pantaneiro pra minha família.
Meu filho de 14 anos disse: tio Zélio quero ser chef de cozinha, vou fazer faculdade de gastronomia...
Quando tu fizer 16 anos vem pra cá que te contrato...e o Dudu quando soube da morte dele sofreu muito.
Thomaz lembrou dele e do Edson fazendo goleira de futebol e ensinando meu sobrinho a lutar box, dizia que iam surfar juntos.
Confesso que meu luto durou muito, sofria pela minha irma, pelos meus sobrinhos, sofria pelos seus pais, que nunca jamais deveriam enterrar um filho. A mãe da minha irma que me ajudou tanto, também tinha ele como um filho.
Quantos Zelios vao  embora e deixam tantos corações sangrando? Ele antes de mais nada optou por ser feliz e vestiu a camiseta.
Lógico sabemos que a vida não é tao simples assim, que não tem como largar o trabalho e viver em uma ilha comendo peixe.
Mas podemos sim, ir na praça jogar uma bola com os filhos, sentar no chão da sala e fazer um piquenique, e não implicar tanto por uma toalha esquecida em cima da cama.



                                             Este é o Zélio, e suas mudinhas da horta
                                               
                                         Neste dia ele fez um arroz com açafrão  que amo
                                         
                                                  Edson conhecendo a Tribo do Suco
                                               
                                      Minha amada Irma e a Donna que eu morria de medo :)
                                               
                                  Essa foto da minha mana ele e meus sobrinhos, lindos!!!



Vamos dizer não pra quem deve ser dito. mas gritar sim pra nossa felicidade, uma pessoa feliz pode fazer outras felizes, não seja tao exigente, mas não amoleça demais.


Obrigada meus queridos por ler meu desabafo.

Até Breve.

Fernanda Sahira

domingo, 13 de abril de 2014

Armas e Rosas






Edson tirando foto e estressado porque eu pulava muito....

   Esses últimos dias as emoções estavam a flor da pele, afinal comigo não ser com emoção não sou eu!
 Gosto muito do Guns n Roses,minha banda preferida como de muitas pessoas que conheceram o Axl e Slash. Sei que a banda como um todo me fascinava.
   Minha mãe tinha o hábito de dizer: isso e copia comercial do Led Zepplin, eu gostava mais ainda :)

   Lembro ate hoje que fui parar no hospital quando resolvi colar os meus pôsters na parede do quarto, peguei um pincel e a cola de sapateiro que minha mãe usava pra colar couro, lambuzei as paredes e ate o teto, como o cheiro era forte fiz escondida e me tranquei no quarto, com a lata semi aberta e as paredes cheirando a cola....de manha cedo minha mãe arrombou a porta eu estava intoxicada com cola de sapateiro.

    Quando cheguei no hospital, explicava a história mil vezes, já que todo mundo achava que estava cheirando cola por ser viciada.
Ate minha mãe disse : não e vicio e burrice mesmo, quase morri de vergonha.
   Depois que a banda parou, e saída do guitarrista parei um pouco de ouvir.
   Meu sonho de adolescente era ver a banda, ir a um show. E semana passada fui !!!!
 
  Um dos momentos mais emocionantes que tive. Axl Rose gordo? Velho como dizem, sem Slash.
Mas foi maravilhoso e isso e o mais importante pra mim.
estou no meio de tratamento medico, meu marido levou depois de quase amarrar o Ed  e ir sozinha.

Mas não aguentei todo show, tive que ir embora porque me senti mal.
Mesmo assim amei.
Aqui umas fotos desse dia tão especial!
Gostaram? Como foi a sua semana ...








 



E pra encerrar a semana a Laurinha azulando as unhas...






sábado, 29 de março de 2014

Caiu a Conexão !!!!



   Como assim ? E a amiga? Minha filha na escola, meu marido no futebol.

Meu diário virtual, meus conselhos genéricos e minhas risadas de todo dia?
Que direito tem alguém de tirar minha conexão, afinal pagamos todo dia junto com água, luz e pão?




Esse é apenas um desabafo, não quero que acabe a net, quem sou eu?
E o telefone? Imaginem seu filho na escola/trabalho/balada/namorada.
Como saber onde, com quem, está? Se está bem, se comeu...
E a Tele?água, gás, pizza, pegar o carro pra pedir uma pizza? Ou ir de bicicleta?
Alias fazer uma pizza? Hummm talvez, na internet tem receita, no face foto, posso tentar.

Perai chegou visita, vou pegar meu fone e tirar foto delas chegando, delas comendo, indo fumar um cigarro(que feio cigarro, por isso a foto), ei... não me abraça assim, melhor assim. não bagunça minha roupa menino, vai pro face.

Lembra do Show? Sim aquele ...tenho ele todo gravado e fotografado, não lembro do show, mas tenho fotos que mostram que fui né?

Falando em foto há uns 5 anos quero imprimir umas pra decorar a casa, mas tenho 12564 no álbum do meu computador que não sei qual imprimo, as do parto da minha neta? Não sei, ela já fez 4 anos...
Eu ajudo cachorrinhos, não sabia? Olha na net, eu não tive tempo de ir na ultima reunião da escola estava presa no transito. Ainda bem que tem tudo pela net, depois olho no site da escola. pago e vejo as notas prático não?

                    As coisas tornaram muito mais fáceis nos últimos anos...

Mas um pouco mais difíceis também. Eu sei talvez você leia, ache que sou uma exagerada, incapaz de dividir as tarefas, vida virtual, pessoal e blablabla. Mas é isso ai mesmo.

Há 4 anos criei este blog, ele é um dos poucos projetos que tenho e levo como meu xodó, sou de desistir fácil. Fiquei tão pouco tempo no twitter, e adorava.
 Face me seduziu aquele safado, falo com amigos, clientes, parentes, pessoas que estão longe, e pasmem, até com quem mora aqui!!
Ganhei cada coisa bacana no face, parentes que mal conhecia, afinal minha família é dividida pelos 7 continentes(América central é um continente sim viu? Não mude minha opinião).
Dicas, risadas, noites insones com diversão sem precisar levantar da cama e pagar estacionamento no meu point preferido...oi?

Mas também doeu...Ver gente me xingando, chamando meus pensamentos de anti éticos/ anticristo/antissociais.

E ver amigos tão próximos ficarem distantes...e ainda assim, não ser respeitada.
devo ter uma sorte do caramba atraio cordeiros de todas religiões. Mas não falo em religião no meu face.
Falo do que sinto e do que acho certo, até aquele momento, posso mudar de opinião, posso né?
Falo de pessoas, sim pessoas, que amam, casam, tem filhos, ou que matam, roubam mentem.

Não preciso ser julgada por incentivar a homo, ou bissexualidade. Aliás, isso pra mim é o de menos, amor entre pessoas lembra?Preto, branco, pardo, homem, mulher....
As vezes também falo uma coisa e acabo sendo mal interpretada, uma opinião aleatória e PUMMMMMMMMM
Você mandou mensagem subliminar para a tia da sua ex cunhada que agora é dona de uma pizzaria que pertenceu ao filho da sua professora do pré.... ;( sim isso cansa.
Mas também fiz coisa boa, trouxe momentos tão especiais da minha vida pra tanta gente ver...
Dividi textos roubados de algum mural ...

Mostrei a pessoas que brigavam comigo que era tudo balela, que podemos ter vida virtual saudável rsrsrsr
Fui cupido de amigas, que hoje se amam e fazem o bem.
Fui julgada, absolvida
Culpada sem ser julgada.
Sou assim, lembro da dona Carmem, que fez o primeiro comentário aqui quando estava no inicio do blog, e em uma crise de pânico muito séria.
Elzinha, incentivando, Reali divulgando.... Sandrinha puxando orelha. Marcia dando pitacos...E tantas outras amigas aqui, sempre.
O blog me trouxe a Vitrine Minha Mãe Sabia lembram?
Depois a Casa de Sahira, que meu Deus, foi tão badalada que mimada que só posso agradecer.
A Casa de Sahira  cada vez que entra um pedido de compra me faz pensar...Acorda....
As viagens?Amo viajar, isso é meu gás, sempre desde criança literalmente, abro mão de certos confortos, de coisas que pra alguns é importante pra viajar...

Hoje, sendo bem objetiva penso em quantas viciadas já fiz nisso...
E é engraçado, há uns anos atrás tu é louca, viajar de avião? Tantas horas em um ônibus?
Hoje dividimos aventuras...
Comidas, sempre cozinhei, mas não com tantos flashs...Hoje fazem uns 3 meses que não cozinho.
Faz muitos tempo que não costuro (ta faço de conta) ou faço artesanato. O que é isso?
Falta de organização? Cabeça de vento...Tédio? Sei não...tudo junto e misturado.

Perdi muito tempo tentando mudar coisas em mim que nunca mudarão.

Perdi muito tempo acreditando que tinha razão em coisas que nunca serão diferente.

Perdi muito tempo tentando ser igual aquela pessoa que admiro, gosto, mas no fundo é como eu, problemas diferentes, neuras iguais. Soluções pra minha vida, mas a própria e tão complicada...
Quem não?? Ou você é a que ajuda, explica ...segura a onda de família, amigos, colegas. Mas chega em casa não sabe onde esta a panela de fazer arroz...
Ou admira aquela amiga ou amigo perfeito, que te diz teus erros, tuas falhas, te sacode e lava  a tua alma...Mas chega em casa tem problema com filho rebelde, ou marido cretino, ou trabalha no mesmo trabalho há 20 anos odeia, mas não tem coragem de viver. Ou diferente de você que tem a família mais bagunçada do planeta, é sozinha. Você nunca percebe isso?

Quando vejo maldade tão próximo de amizade, fujo. Não sou perfeita, aliás, nem um pouco, fuja também...Mas não julgue o que não sabe, não é pra mim que está fazendo o errado, ou o incerto, é pra sua vida.

Eu estou dando um tempo no face, não consegui nem dar conta da lista de supermercado esse mês, são escolhas.
Tenho que me organizar, tanta coisa bacana e não sei fazer, usar de forma positiva. Vou pedir socorro as meninas que entendem e fazer a página.
Quero manter o Minha Mãe Sabia, ele me faz tão bem, eu já não lembrava mais...
Não pensem por favor de forma direta sobre algo, ou alguma coisa que aconteceu. Apenas quero e necessito me organizar, afinal eu tenho tanta coisa pra fazer e não tenho feito nada né?

Vou deixar pra vocês aqui  essas fotos, cada uma falará sobre uma história nova.

Essa aqui é sobre a primeira viagem da Lara com 3 anos e do Rafa na barriga da Gaby...Lindos né?




                                                          Amor

                                                    Armário Velho?

                                   
                                                        Assunto de Mãe
                                                  Coisa de Irmã

                                                   Permita
                                    
                                              Acabou o que das unhas?

                                 Por isso eu vou na casa dela ....

                                            Laura, que horror essas unhas pretas...cof cof cof


                                       Vó não esquece o protetor !!!

Viram? Muito post bacana, e noticias daqui, esperando noticias dai!!!


Beijokas

Até breve!!!!


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...